Como evitar problemas de falta de padronização nas obras?

Materiais de qualidade e operários bem treinados contribuem com a produtividade

 

A produtividade é um fator determinante para o sucesso de qualquer setor. Na construção civil, não é diferente. Sem um bom índice de produtividade, a construtora possivelmente terá que atrasar a entrega do empreendimento, além de registrar prejuízos com materiais e mão de obra. Mas como tornar um canteiro de obras mais produtivo?

Um dos principais passos para esse objetivo é apostar na padronização. A prática formaliza a produção, organizando os processos de trabalho. A falta de padronização nas obras compromete a qualidade do empreendimento e impacta diretamente no cronograma de entrega.

Operários bem treinados aliados a uma boa logística de fornecedores contribuem diretamente com a produtividade na construção civil. Por essa razão, é essencial que as construtoras e os engenheiros priorizem esse assunto antes mesmo de iniciar a obra, escolhendo materiais de qualidade e mão de obra capacitada.

 

Principais benefícios da padronização de processos

Uma das maiores vantagens da padronização é o combate ao desperdício. Ao mapear os processos produtivos, é possível medir com mais eficiência a utilização dos materiais. Na construção civil, esse fator é de extrema importância, pois o desperdício alcança níveis altos em boa parte das obras que não aposta no planejamento.

A padronização também melhora a qualidade do empreendimento. Como as etapas de produção ficam mais definidas, o gestor da obra consegue acompanhar os processos com mais facilidade. Se a qualidade aumenta, diminuem as chances de retrabalho.

 

Padronização na parte elétrica garante segurança no processo

Por envolver questões sérias de segurança, a parte elétrica de uma obra é uma das áreas que mais necessita de padronização nos processos. Qualquer falha nesse segmento pode gerar riscos ao trabalhador e ao cliente, além de consideráveis perdas financeiras.

O quadro de distribuição é o componente responsável por abranger os dispositivos de proteção elétricos. Nos quadros de distribuição de uma casa ou outro estabelecimento (comercial ou residencial) é que são instalados e organizados todos os disjuntores e outros equipamentos, entre eles o DR (Interruptor Diferencial residual) e o DPS (Dispositivo de Proteção Contra Surtos).

A partir desse componente saem as fiações que irão alimentar os diversos circuitos, tais como chuveiros, aparelhos elétricos, geladeira, micro-ondas, lâmpadas, tomadas, dentre outros. Em função disso, é fundamental treinar bem as equipes que trabalham na parte elétrica e escolher um fornecedor confiável para esse segmento.

 

Soprano preza pela confiabilidade de suas soluções

Priorizando a confiabilidade em cada relação estabelecida, a Soprano preza sempre pela pontualidade de entrega e pela qualidade de seus produtos. No mercado desde 1954, a marca atua fortemente nos setores de construção civil, materiais elétricos, moveleiro e utilidades domésticas.

A Soprano também é conhecida pelo excelente custo-benefício de suas soluções. Referência em segurança e praticidade, os quadros de distribuição da marca são ideais para quem busca uma padronização elétrica adequada. Os modelos oferecidos pela empresa proporcionam alta performance e economia.

Quer tal conhecer essa e outras soluções da Soprano que contribuem com a padronização de sua obra? Entre em contato com a nossa equipe aqui. https://www.soprano.com.br/suporte/fale-com-a-soprano

 

Quer receber em primeira mão todas as novidades da Soprano?